Aprendi com as primaveras a deixar-me
cortar e a voltar sempre inteira...
(Cecília Meireles)

Cássia de A – Z

Apressada
Bahia
Carinhosa
Dançar
Escrever
Feliz
Guerreira
Honesta
Ingênua
Jesus
Kiss
Ler
Música
Namorar
Óculos
Pequenininha
Querida
Rafael
Sentimento
Taurina
Única
Viva
Xiiiiiii
ZzzZzZZ



"Pedras no caminho? Guardo todas,
um dia vou construir um castelo..."
(Fernando Pessoa)

Thiago de A - Z

Ansioso
Bem-humorado
Cagão
Desastrado
Exagerado
Fiel
Guloso
Honesto
Idealista
Jeca
Karen Walker
Lunático
Minimalista
Nervoso
Os Normais
Preguiçoso
Queridinho da mamãe
Rio de Janeiro
Sarcástico
Tagarela
Uno
Vitorioso
Will & Grace
X-men
Yes, eu mesmo!
Zureta


Contatos

5 Minutos - Cássia
Arrependido - Thiago
Entretanto - Rafael Rodrigues
Iluminando Nossos Dias - Nanci

Arquivo

Créditos

Templates By Thiago


Quinta-feira, Setembro 06, 2007

"É verdade que existem vários idiotas no congresso. Mas os idiotas constituem boa parte da população e merecem estar bem representados".

(Hubert Humphrey)

Hubert Horatio Humphrey II (* 27 de maio de 1911, em Wallace, Dakota do Sul, EUA, † 13 de janeiro de 1978, em Waverly, Minnesota, EUA) foi o 38º Vice-Presidente dos Estados Unidos da América, durante o mandato do Presidente Lyndon Johnson.

Postado por Thiago


Segunda-feira, Junho 11, 2007


(Antoine de Saint-Exupéry)

Antoine de Saint-Exupéry veio ao mundo em Lyon, França, em 29 de Junho de 1900, e desapareceu em 31 de Julho de 1944, no Mediterrâneo.

Para saber mais sobre Antoine de Saint-Exupéry, clique aqui.

Postado por: Thiago


Sexta-feira, Junho 08, 2007

"Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe há de ir."
Machado de Assis. (Dom Casmurro) Cap. LXVI (Intimidade)

Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o matricula na escola pública, única que freqüentará o autodidata Machado de Assis.

Para saber mais sobre Machado de Assis, clique aqui.

Postado por: Cássia


Terça-feira, Junho 05, 2007

"Como é estéril a certeza de quem vive sem amor".

(Cazuza)

Agenor de Miranda Araújo Neto, mais conhecido como Cazuza, revolucionou a geração de sua época, marcando o Brasil com seu estilo inusitado, e pela transparência com que falava sobre tudo, seja nas tv's ou em seus shows. Depois de uma bem sucedida e conturbada carreira no Barão vermelho, Cazuza resolveu seguir carreira solo, e lançou inúmeros sucessos que são tocados até hoje nas rádios de todo país. E foi com essa mesma transparência, que foi a primeira celebridade brasileira a assumir publicamente que estava contaminado com o vírus da Aids, numa época em que pouco se sabia como era transmitida a doença, e o preconceito rolava solto. Morreu em 7 de julho de 1990, aos 32 anos, e foi considerado o poeta de sua geração. Após sua morte, Frejat, amigo de Cazuza e vocalista do Barão Vermelho, compôs a música "O Poeta Está Vivo", que emocionou milhões de brasileiros que lamentavam a perda, e que acompanharam de perto todo o drama vivido por este grande artista.
(Thiago de Oliveira)

Para saber mais sobre Cazuza, clique aqui.

Postado por: Thiago


Sexta-feira, Junho 01, 2007

"Afinal: quem não deseja fazer da solidão um espetáculo?"

Nicole Krauss - Trecho do livro A história do amor

Nicole Krauss nasceu em Nova Iorque em 1974. O seu primeiro romance, intitulado Man Walks into a Room, foi considerado Livro do Ano pelo Los Angeles Times.

Para saber mais sobre Krauss, clique aqui.

Postado por: Cássia


Segunda-feira, Maio 28, 2007

"Reza, mas não deixes de remar para a margem".

(Provérbio russo)


Sexta-feira, Maio 25, 2007

Ao pensar, dezenas de hipóteses podem ser avaliadas. Ao fazer tudo se reduz ao sim ou não, ao ficar ou partir.
Carlos Heitor Cony - Trecho do livro A Casa do Poeta Trágico


Carlos Heitor Cony nasceu no dia 14 de março de 1926 na cidade do Rio de Janeiro, no bairro de Lins de Vasconcelos, zona norte da cidade. Foi o terceiro dos quatro filhos do casal: Giovane Alceste (falecido em 1920), José Heitor, Cony e José Carlos.

Para saber mais sobre Cony, clique aqui.